quinta-feira, outubro 26, 2006

A tua voz

Como uma melodia
morna
a tua voz chegou.
Ouvia-a num grito
harmonioso
a tua voz,
uma integração
límpida, trasparente
o som a acalmar-me
os outros sons,
a tua voz, que me me chegou
por escrito.

1 comentário:

José Duarte disse...

...e a tua que nunca mais chega! Só por escrito...
Uma ausência pesada, uma presença imaginada como uma melodia morna...